AC: informações de início de período (2017.2)

Horários e salas

Turma C1 (única) terças, 16h às 17h40, sala 3 (ICT)

Cronograma (versão alterada em 29/09/2017)

Data Dia Aula Conteúdo
22/08/17 TER 1 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
29/08/17 TER 2 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
05/09/17 TER 3 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
12/09/17 TER 4 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
19/09/17 TER 5 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
26/09/17 TER >> SEM AULA: cancelada
03/10/17 TER 6 — TESTE —
10/10/17 TER 7 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
17/10/17 TER 8 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
24/10/17 TER >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
31/10/17 TER 9 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
07/11/17 TER 10 Números binomiais (4.1, 4.2)
14/11/17 TER 11 Números binomiais (4.1, 4.2)
21/11/17 TER 12 Números binomiais (4.1, 4.2)
28/11/17 TER 13 — P1 —
05/12/17 TER 14 — VR —
12/12/17 TER 15 — VS —

Os números entre parênteses referem-se a seções do livro
“Análise Combinatória e Probabilidade”,
Augusto César de Oliveira Morgado,
João Bosco Pitombeira de Carvalho,
Paulo Cezar Pinto Carvalho,
Pedro Fernandez,
Coleção do Professor de Matemática,
Sociedade Brasileira de Matemática,
6a ed., 2004

(Gerado em 29/09/17 às 14:05)

Bibliografia

Augusto Morgado, João de Carvalho, Paulo Carvalho, Pedro Fernandez, Análise Combinatória e Probabilidade, Sociedade Brasileira de Matemática

Provas de períodos anteriores

Arquivo .zip, 3MB.

Fórum de discussão no Telegram

https://t.me/joinchat/BJU9Ez99j3aSAqU5kydI5A

Instale o Telegram.

Anúncios
Publicado em ac | Marcado com | Deixe um comentário

MD: informações de início de período (2017.2)

Horários e salas

Turma V1 (manhã) segundas, 11h20 às 13h, sala 1 (ICT)
quartas, 11h20 às 13h, sala 1 (ICT)
Turma C1 (tarde) terças, 14h às 15h40, container 16 (IHS)
quartas, 14h às 15h40, sala 4 (ICT)

Cronograma da Turma V1 (manhã) — versão alterada em 29/09/2017

Data Dia Aula Conteúdo
21/08/17 SEG 1 Lógica
23/08/17 QUA 2 Lógica
28/08/17 SEG 3 Lógica
30/08/17 QUA 4 Lógica
04/09/17 SEG 5 Lógica
06/09/17 QUA 6 Teoria dos conjuntos
11/09/17 SEG 7 Teoria dos conjuntos
13/09/17 QUA 8 Teoria dos conjuntos
18/09/17 SEG 9 Teoria dos conjuntos
20/09/17 QUA 10 Teoria dos conjuntos
25/09/17 SEG >> SEM AULA: cancelada
27/09/17 QUA >> SEM AULA: cancelada
02/10/17 SEG 11 Teoria dos conjuntos
04/10/17 QUA 12 Definições indutivas, provas por indução
09/10/17 SEG 13 Definições indutivas, provas por indução
11/10/17 QUA 14 Definições indutivas, provas por indução
16/10/17 SEG 15 — P1 —
18/10/17 QUA 16 Relações de recorrência
23/10/17 SEG >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
25/10/17 QUA >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
30/10/17 SEG 17 Relações de recorrência
01/11/17 QUA 18 Relações de recorrência
06/11/17 SEG 19 Relações binárias
08/11/17 QUA 20 Relações binárias
13/11/17 SEG 21 Relações binárias
15/11/17 QUA >> SEM AULA: República
20/11/17 SEG >> SEM AULA: Consciência Negra
22/11/17 QUA 22 Relações binárias
27/11/17 SEG 23 Funções
29/11/17 QUA 24 Funções
04/12/17 SEG 25 Funções
06/12/17 QUA 26 — P2 —
11/12/17 SEG 27 — VR —
13/12/17 QUA >> SEM AULA: Preparação para a VS
18/12/17 SEG 28 — VS —

(Gerado em 29/09/17 às 14:22)

Cronograma da Turma C1 (tarde) — versão alterada em 29/09/2017

Data Dia Aula Conteúdo
22/08/17 TER 1 Lógica
23/08/17 QUA 2 Lógica
29/08/17 TER 3 Lógica
30/08/17 QUA 4 Lógica
05/09/17 TER 5 Lógica
06/09/17 QUA 6 Teoria dos conjuntos
12/09/17 TER 7 Teoria dos conjuntos
13/09/17 QUA 8 Teoria dos conjuntos
19/09/17 TER 9 Teoria dos conjuntos
20/09/17 QUA 10 Teoria dos conjuntos
26/09/17 TER >> SEM AULA: cancelada
27/09/17 QUA >> SEM AULA: cancelada
03/10/17 TER 11 Teoria dos conjuntos
04/10/17 QUA 12 Definições indutivas, provas por indução
10/10/17 TER 13 Definições indutivas, provas por indução
11/10/17 QUA 14 Definições indutivas, provas por indução
17/10/17 TER 15 Definições indutivas, provas por indução
18/10/17 QUA 16 — P1 —
24/10/17 TER >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
25/10/17 QUA >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
31/10/17 TER 17 Relações de recorrência
01/11/17 QUA 18 Relações de recorrência
07/11/17 TER 19 Relações de recorrência
08/11/17 QUA 20 Relações binárias
14/11/17 TER 21 Relações binárias
15/11/17 QUA >> SEM AULA: República
21/11/17 TER 22 Relações binárias
22/11/17 QUA 23 Relações binárias
28/11/17 TER 24 Funções
29/11/17 QUA 25 Funções
05/12/17 TER 26 Funções
06/12/17 QUA 27 — P2 —
12/12/17 TER 28 — VR —
13/12/17 QUA >> SEM AULA: Preparação para a VS
19/12/17 TER 29 — VS —

(Gerado em 29/09/17 às 15:31)

Bibliografia

Judith Gersting, Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, qualquer edição a partir da 3a., LTC Editora

Horários de atendimento da monitoria

  • A ser definido

Provas de períodos anteriores

Arquivo .zip, 7MB.

Fórum de discussão no Telegram

https://t.me/joinchat/BJU9Ez_eaHpo7j4BWeITZQ

Instale o Telegram.

Publicado em md | Marcado com | Deixe um comentário

AC: informações de início de período

Horários e salas

Turma C1 (única) terças, 14h às 15h40, sala 3 (ICT)

Cronograma (incluindo datas das provas)

Data Dia Aula Conteúdo
21/03/17 TER 1 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
28/03/17 TER 2 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
04/04/17 TER 3 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
11/04/17 TER 4 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
18/04/17 TER 5 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
25/04/17 TER 6 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
02/05/17 TER 7 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
09/05/17 TER 8 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
16/05/17 TER 9 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
23/05/17 TER 10 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
30/05/17 TER 11 Números binomiais (4.1, 4.2)
06/06/17 TER 12 Números binomiais (4.1, 4.2)
13/06/17 TER 13 Números binomiais (4.1, 4.2)
20/06/17 TER 14 Números binomiais (4.1, 4.2)
27/06/17 TER 15 — P1 —
04/07/17 TER 16 — VR —
11/07/17 TER 17 — VS —

Os números entre parênteses referem-se a seções do livro
“Análise Combinatória e Probabilidade”,
Augusto César de Oliveira Morgado,
João Bosco Pitombeira de Carvalho,
Paulo Cezar Pinto Carvalho,
Pedro Fernandez,
Coleção do Professor de Matemática,
Sociedade Brasileira de Matemática,
6a ed., 2004

(Gerado em 05/04/17 às 19:07)

Bibliografia

Augusto Morgado, João de Carvalho, Paulo Carvalho, Pedro Fernandez, Análise Combinatória e Probabilidade, Sociedade Brasileira de Matemática

Provas de períodos anteriores:

Arquivo .zip, 2.5MB.

Publicado em ac | Marcado com | Deixe um comentário

MD: informações de início de período

Horários e salas

Turma V1 (manhã) quartas, 11h às 12h40, container 18
sextas, 11h às 12h40, sala 7 (IHS)
Turma C1 (tarde) terças, 16h às 17h40, container 15
quartas, 14h às 15h40, sala 11 (IHS)

Cronograma da Turma V1 (manhã) — versão de 06/05/2017

Data Dia Aula Conteúdo
22/03/17 QUA 1 Lógica
24/03/17 SEX 2 Lógica
29/03/17 QUA 3 Lógica
31/03/17 SEX 4 Lógica
05/04/17 QUA 5 Lógica
07/04/17 SEX 6 Lógica
12/04/17 QUA 7 Teoria dos conjuntos
14/04/17 SEX >> SEM AULA: Semana Santa
19/04/17 QUA 8 Teoria dos conjuntos
21/04/17 SEX >> SEM AULA: Tiradentes
26/04/17 QUA 9 Teoria dos conjuntos
28/04/17 SEX 10 Teoria dos conjuntos
03/05/17 QUA 11 Teoria dos conjuntos
05/05/17 SEX 12 Teoria dos conjuntos
10/05/17 QUA 13 Definições indutivas, provas por indução
12/05/17 SEX >> SEM AULA: .
17/05/17 QUA 14 Definições indutivas, provas por indução
19/05/17 SEX 15 Definições indutivas, provas por indução
24/05/17 QUA 16 Definições indutivas, provas por indução
26/05/17 SEX 17 — P1 —
31/05/17 QUA 18 Relações de recorrência
02/06/17 SEX 19 Relações de recorrência
07/06/17 QUA 20 Relações binárias
09/06/17 SEX 21 Relações binárias
14/06/17 QUA 22 Relações binárias
16/06/17 SEX >> SEM AULA: Corpus Christi
21/06/17 QUA 23 Funções
23/06/17 SEX 24 Funções
28/06/17 QUA 25 Funções
30/06/17 SEX 26 Funções
05/07/17 QUA 27 Estruturas algébricas
07/07/17 SEX 28 Estruturas algébricas
12/07/17 QUA 29 — P2 —
14/07/17 SEX 30 — VR —
19/07/17 QUA 31 — VS —

(Gerado em 06/05/17 às 19:05)

Cronograma da Turma C1 (tarde) — versão de 06/05/2017

Data Dia Aula Conteúdo
21/03/17 TER 1 Lógica
22/03/17 QUA 2 Lógica
28/03/17 TER 3 Lógica
29/03/17 QUA 4 Lógica
04/04/17 TER 5 Lógica
05/04/17 QUA 6 Lógica
11/04/17 TER 7 Teoria dos conjuntos
12/04/17 QUA 8 Teoria dos conjuntos
18/04/17 TER 9 Teoria dos conjuntos
19/04/17 QUA 10 Teoria dos conjuntos
25/04/17 TER 11 Teoria dos conjuntos
26/04/17 QUA 12 Definições indutivas, provas por indução
02/05/17 TER 13 Definições indutivas, provas por indução
03/05/17 QUA 14 Definições indutivas, provas por indução
09/05/17 TER 15 Definições indutivas, provas por indução
10/05/17 QUA 16 Definições indutivas, provas por indução
16/05/17 TER 17 — P1 —
17/05/17 QUA 18 Relações de recorrência
23/05/17 TER 19 Relações de recorrência
24/05/17 QUA 20 Relações de recorrência
30/05/17 TER 21 Relações binárias
31/05/17 QUA 22 Relações binárias
06/06/17 TER 23 Relações binárias
07/06/17 QUA 24 Funções
13/06/17 TER 25 Funções
14/06/17 QUA 26 Funções
20/06/17 TER 27 Funções
21/06/17 QUA 28 Estruturas algébricas
27/06/17 TER 29 Estruturas algébricas
28/06/17 QUA 30 — P2 —
04/07/17 TER 31 — VR —
05/07/17 QUA >> SEM AULA: Preparação para VS
11/07/17 TER 32 — VS —

(Gerado em 06/05/17 às 19:10)

Bibliografia

Judith Gersting, Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, qualquer edição a partir da 3a., LTC Editora

Horários de atendimento da monitoria:

  • Quinta: 14h às 16h
  • Sexta: 14h às 18h
Publicado em md | Marcado com | Deixe um comentário

MD: novo cronograma

Atenção para as novas datas da P2, VR e VS:

Data Dia Aula Conteúdo
31/08/16 QUA 1 Lógica
02/09/16 SEX 2 Lógica
07/09/16 QUA >> SEM AULA: Independência
09/09/16 SEX 3 Lógica, demonstrações
14/09/16 QUA 4 Lógica, demonstrações
16/09/16 SEX 5 Lógica, demonstrações
21/09/16 QUA 6 Teoria dos conjuntos
23/09/16 SEX 7 Teoria dos conjuntos
28/09/16 QUA 8 Teoria dos conjuntos
30/09/16 SEX 9 Teoria dos conjuntos
05/10/16 QUA 10 Definições indutivas, provas por indução
07/10/16 SEX 11 Definições indutivas, provas por indução
12/10/16 QUA >> SEM AULA: N.S. Aparecida
14/10/16 SEX 12 Definições indutivas, provas por indução
19/10/16 QUA >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
21/10/16 SEX >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
26/10/16 QUA 13 Definições indutivas, provas por indução
28/10/16 SEX >> SEM AULA: Dia do Servidor Público
02/11/16 QUA >> SEM AULA: Finados
04/11/16 SEX 14 Definições indutivas, provas por indução
09/11/16 QUA 15 Definições indutivas, provas por indução
11/11/16 SEX 16 — P1 —
16/11/16 QUA 17 Relações de recorrência
18/11/16 SEX 18 Relações de recorrência
23/11/16 QUA 19 Relações de recorrência
25/11/16 SEX 20 Relações binárias
30/11/16 QUA 21 Relações binárias
02/12/16 SEX 22 Relações binárias
07/12/16 QUA 23 Funções
09/12/16 SEX 24 Funções
14/12/16 QUA 25 Funções
16/12/16 SEX 26 Funções
21/12/16 QUA 27 — P2 —
23/12/16 SEX >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
28/12/16 QUA >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
30/12/16 SEX >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
04/01/17 QUA 28 — VR —
06/01/17 SEX >> SEM AULA: Correção da VR
11/01/17 QUA 29 — VS —

(Gerado em 29/10/16 às 21:33)

Publicado em md | Marcado com | Deixe um comentário

O problema de Monty Hall e simulações computacionais

640px-monty_open_door-svg

Imagine que você está participando de um programa de auditório, e o apresentador propõe a você o seguinte jogo:

  1. O apresentador mostra a você três portas fechadas. Ele explica que atrás de uma delas está um carro novinho em folha. Atrás de cada uma das outras duas portas está um bode.

  2. O apresentador deixa você escolher uma porta. O objeto que estiver atrás da porta escolhida — carro ou bode — será seu.

  3. Antes de abrir a porta que você escolheu, o apresentador abre uma das duas portas que você não escolheu, mostrando que atrás dela está um bode.

  4. Para tornar o jogo mais emocionante, o apresentador agora pergunta se você quer mudar de idéia e escolher a outra porta (a porta que ele não abriu).

O que você deve fazer para ter uma probabilidade maior de ganhar o carro? Insistir na porta escolhida ou mudar de idéia?


Este é o problema de Monty Hall, assim chamado porque este era o nome do apresentador de um programa da TV norte-americana criado nos anos 1960. No programa original, as regras do jogo não eram exatamente estas — por exemplo, o apresentador nem sempre oferecia ao jogador a oportunidade de mudar de idéia — mas é a versão proposta acima que quero discutir neste artigo.

O que você deve fazer para ter uma probabilidade maior de ganhar o carro? Insistir na porta escolhida ou mudar de idéia?

Se você acha a pergunta fácil de responder, provavelmente a sua resposta está errada.

Você pensou que o carro tem uma probabilidade de 1/3 de estar atrás da porta que você escolheu?

Você pensou certo.

Quando o apresentador abriu uma das outras portas e mostrou o bode, você pensou que agora o carro tem uma probabilidade de 1/2 de estar atrás da porta que você escolheu, e uma probabilidade de 1/2 de estar atrás da porta que ele não abriu?

Você concluiu, então, que mudar de idéia não aumenta nem diminui a probabilidade de você ganhar o carro?

Você pensou errado.

Na verdade, ao mudar de idéia, você dobra sua probabilidade de ganhar o carro.


Se você errou e não entendeu a resposta correta, você está na companhia de cerca de 10 mil leitores da revista norte-americana Parade, que escreveram para a colunista Marilyn vos Savant em 1990, para acusá-la de ignorância matemática por ela ter defendido a resposta de que a probabilidade de ganhar o carro aumenta se você mudar de porta.

Quase mil dos leitores eram PhDs.

Eis uma das cartas:

“Você errou, e errou feio! Como você parece ter dificuldade para entender o
princípio básico em ação aqui, vou explicar. Depois que o apresentador revela o bode, o jogador agora tem uma chance em duas de estar correto. Mudando ou não mudando sua escolha, a chance é a mesma. Já existe bastante analfabetismo matemático neste país; não precisamos que a detentora do maior QI do mundo espalhe mais. Que vergonha!”

Scott Smith, Ph.D., Universidade da Flórida

Na época, Marilyn vos Savant, a colunista, havia sido apontada pelo Livro dos Recordes como a detentora do maior QI do mundo.

Não se sinta mal se você errou, mas leia até o fim, por favor, antes de se manifestar.


O que quero discutir aqui é como uma simples simulação computacional pode nos ajudar a entender a resposta correta.

Com um computador, podemos repetir o jogo quantas vezes quisermos, com arranjos diferentes de bodes e carros atrás das portas, com escolhas iniciais diferentes e com decisões diferentes quanto a mudar de porta. Todos os arranjos e decisões serão definidos aleatoriamente, para que nossa simulação capture, em potencial, todas as situações possíveis.

Quando executamos a simulação, vemos que o jogador que sempre muda de idéia ganha o carro aproximadamente 2/3 das vezes, e o jogador que sempre mantém a escolha original ganha o carro apenas cerca de 1/3 das vezes.

Mas o mais interessante aqui, na minha opinião, é o seguinte:

Não é o resultado da simulação que nos faz entender a resposta, mas sim o próprio algoritmo usado para simular o jogo.


Vamos repetir o jogo 1 milhão de vezes:

 REPETICOES = 1000000 

Vamos inicializar duas variáveis:

ACERTA-TROCANDO = 0
ACERTA-MANTENDO = 0

A primeira vai contar as vezes em que o jogador ganha o carro mudando de idéia, a segunda vai contar as vezes em que o jogador ganha o carro mantendo a escolha original.

Agora, vamos executar o seguinte loop:

Repita REPETICOES vezes:
    CARRO = número aleatório entre 1 e 3
    ESCOLHA = número aleatório entre 1 e 3
    se CARRO == ESCOLHA:
        ACERTA-MANTENDO += 1
    senão:
        ACERTA-TROCANDO += 1

As portas são numeradas de 1 a 3.

As linhas em destaque definem aleatoriamente a porta do carro e a porta escolhida pelo jogador.

Se a escolha inicial do jogador for a porta onde está o carro, o jogador acerta se, e somente se, mantiver a escolha.

Caso contrário, o jogador acerta se, e somente se, mudar de idéia.

Quando executei o código acima, obtive os seguintes resultados:

Em 1.000.000 repetições:
    Frequência de acertos MANTENDO a escolha: 33.32%
    Frequência de acertos TROCANDO a escolha: 66.68%

Preste bem atenção nas linhas destacadas no loop. Ali, dois números entre 1 e 3 (inclusive) são escolhidos ao acaso. Isto quer dizer que existem 9 situações possíveis, todas com a mesma probabilidade:

CARRO ESCOLHA
1 1
1 2
1 3
2 1
2 2
2 3
3 1
3 2
3 3

Se os dois números forem iguais, o jogador ganha se mantiver a escolha original.

Se os dois números forem diferentes, o jogador ganha se mudar de idéia.

Das 9 situações, apenas 3 têm números iguais.

Das 9 situações, 6 têm números diferentes.

Releia os 4 parágrafos acima até entender.


Teóricos costumam torcer o nariz para simulações computacionais[citation needed], mas simulações servem para nos familiarizarmos com o problema que estamos tentando resolver.

Melhor ainda: antes mesmo de executarmos a simulação, podemos entender melhor a estrutura do problema, e podemos acabar encontrando uma resposta analítica.

Para terminar a lista das lições aprendidas com esta experiência, uma conclusão importante, sobretudo para alunos de Ciência da Computação:

Algoritmos não servem apenas para serem executados.


Existem inúmeras referências sobre o problema de Monty Hall nas internets. A wikipedia é sua amiga. E fonte de todas as citações e figuras deste artigo.


Creative Commons License

Texto por Personatus50, disponibilizado sob licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0.

Publicado em ac, ciência, md | Marcado com , , | 1 Comentário

AC: informações de início de período

Horários e salas

Turma C1 (única) terças, 14h às 15h40, container 16

Cronograma (incluindo datas das provas)

Os números entre parênteses referem-se a seções do livro

“Análise Combinatória e Probabilidade”,
Augusto César de Oliveira Morgado,
João Bosco Pitombeira de Carvalho,
Paulo Cezar Pinto Carvalho,
Pedro Fernandez,
Coleção do Professor de Matemática,
Sociedade Brasileira de Matemática,
6a ed., 2004

Data Dia Aula Conteúdo
06/09/16 TER 1 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
13/09/16 TER 2 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
20/09/16 TER 3 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
27/09/16 TER 4 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
04/10/16 TER 5 Combinações e permutações (2.1 a 2.6)
11/10/16 TER 6 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
18/10/16 TER   >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
25/10/16 TER 7 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
01/11/16 TER 8 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
08/11/16 TER 9 Outros métodos de contagem (3.1, 3.5)
15/11/16 TER   >> SEM AULA: República
22/11/16 TER 10 Números binomiais (4.1, 4.2)
29/11/16 TER 11 Números binomiais (4.1, 4.2)
06/12/16 TER 12 Números binomiais (4.1, 4.2)
13/12/16 TER 13 – P1 —
20/12/16 TER 14 – VR —
27/12/16 TER   >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
03/01/17 TER   >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
10/01/17 TER 15 – VS —

Bibliografia

Augusto Morgado, João de Carvalho, Paulo Carvalho, Pedro Fernandez, Análise Combinatória e Probabilidade, Sociedade Brasileira de Matemática

Provas de períodos anteriores:

Arquivo .zip, 2.5MB.

Atendimento:

A ser anunciado.

Publicado em ac | Marcado com | Deixe um comentário

MD: informações de início de período

Horários e salas

Turma V1 (manhã) quartas e sextas, 11h às 12h40, container 16
Turma C1 (tarde) quartas e sextas, 14h às 15h40, container 16

Cronograma (incluindo datas das provas)

Data Dia Aula Conteúdo
31/08/16 QUA 1 Lógica
02/09/16 SEX 2 Lógica
07/09/16 QUA   >> SEM AULA: Independência
09/09/16 SEX 3 Lógica, demonstrações
14/09/16 QUA 4 Lógica, demonstrações
16/09/16 SEX 5 Lógica, demonstrações
21/09/16 QUA 6 Teoria dos conjuntos
23/09/16 SEX 7 Teoria dos conjuntos
28/09/16 QUA 8 Teoria dos conjuntos
30/09/16 SEX 9 Teoria dos conjuntos
05/10/16 QUA 10 Definições indutivas, provas por indução
07/10/16 SEX 11 Definições indutivas, provas por indução
12/10/16 QUA   >> SEM AULA: N.S. Aparecida
14/10/16 SEX 12 Definições indutivas, provas por indução
19/10/16 QUA   >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
21/10/16 SEX   >> SEM AULA: Agenda Acadêmica
26/10/16 QUA 13 Relações de recorrência
28/10/16 SEX   >> SEM AULA: Dia do Servidor Público
02/11/16 QUA   >> SEM AULA: Finados
04/11/16 SEX 14 Relações de recorrência
09/11/16 QUA 15 Relações de recorrência
11/11/16 SEX 16 — P1 —
16/11/16 QUA 17 Relações binárias
18/11/16 SEX 18 Relações binárias
23/11/16 QUA 19 Relações binárias
25/11/16 SEX 20 Funções
30/11/16 QUA 21 Funções
02/12/16 SEX 22 Funções
07/12/16 QUA 23 Funções
09/12/16 SEX 24 Funções
14/12/16 QUA 25 Estruturas algébricas
16/12/16 SEX 26 Estruturas algébricas
21/12/16 QUA 27 Estruturas algébricas
23/12/16 SEX   >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
28/12/16 QUA   >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
30/12/16 SEX   >> SEM AULA: Recesso de Natal e Ano Novo
04/01/17 QUA 28 — P2 —
06/01/17 SEX 29 — VR —
11/01/17 QUA 30 — VS —

Bibliografia

Judith Gersting, Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, qualquer edição a partir da 3a., LTC Editora

Monitoria:

  • Segunda-feira, 16h às 18h
  • Quarta-feira, 14h às 16h
  • Sexta-feira, 16h às 18h

Provas de períodos anteriores:

Algumas com gabarito, outras sem: arquivo .zip, 6MB

Publicado em md | Marcado com | Deixe um comentário

$pino: Erroneamente Certo

spino-no-bg

Se o mundo real não é como eu vejo
Prefiro que seja como eu sonho
Quem será que somos?
Pra que se importar
Minha mãe me disse:
“Não importa como você for eu sempre vou te amar”
Minha solidão é um tédio
Mas eu não existo
Logo não desisto
Quem disse que o mundo é só dos vivos?
Se é certo eu não sei
Mas é sincero
Nem penso em alternativas porque é o correto
O errado é só questão de opinião
Mas será que o errado está certo
Ou o certo está errado?
Como diferenciar o criado do mensurado?
Toda música tem um pouco de revolta
Isso não se aprende na escola
Lá só se aprende a viver no padrão da coca cola
Aonde eu vou se quiser ser músico ou jogar bola?
Aonde eu vou para ser quem eu quero?
Não quero ser mais um nesse exército
Que padrão péssimo
Dizem que será sempre assim
Mas o pra sempre, sempre acaba
Tá na hora de tomar senso como se fosse água
Em meio ao nada
Eu tenho muito
Mas isso é pra poucos

Estamos aprendendo a morrer
Estamos morrendo de viver
No meio disso tudo o que cê vai fazer?
O que cê vai fazer?

Vivendo para seduzir a vida
Álcool é o sangue, tá na bíblia
Nessa viagem constante
Ninguém presta
Pra que cortar a essência da floresta?
O erro é fundamental
Meu fundamento é a experiência
Esqueçam a decência
Os melhores perfumes vem nos piores frascos
Não existe isso de forte ou fraco
Inteligente ou burro
São ou maluco
Tanto faz
São somente rótulos para destruir a paz
Meus heróis já estão mortos
Mas seu pensamento jaz
Em mim
Eu sou assim
Eu sou só mais um maluco que faz letra
Eu sou só mais um maluco com uma caneta
Sou um maluco qualquer nesse planeta
Nem todos os malucos ficam no hospício
Sejam bem-vindos a minha profissão perigo

Estamos aprendendo a morrer
Estamos morrendo de viver
No meio disso tudo o que cê vai fazer?
O que cê vai fazer?

Publicado em misc | Marcado com | Deixe um comentário

Software livre: por quê?

Para legendas em português, clique na engrenagem.

Publicado em palestras | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Fotos da mobilização de 13 de julho de 2016

Com bolo de aniversário de 2 anos do prédio multiuso sem uso!

Todas as imagens disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Continuar lendo

Publicado em misc | Marcado com , , | Deixe um comentário

MD: informações de início de período

Horários e salas

Turma C1 (manhã) quartas e sextas, 9h20 às 11h, sala 19
Turma V1 (tarde) quartas e sextas, 14h às 15h40, sala 11

Cronogramas (incluindo datas das provas)

Turma C1 (manhã) md2016.1-manha (pdf)
Turma V1 (tarde) md2016.1-tarde (pdf)

Bibliografia

Judith Gersting, Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, qualquer edição a partir da 3a., LTC Editora

Monitoria:

  • Terça-feira, 14h às 16h
  • Quarta-feira, 14h às 16h
  • Quinta-feira, 14h às 16h

Provas de períodos anteriores:

Algumas com gabarito, outras sem: arquivo .zip, 6MB

Publicado em md | Marcado com | Deixe um comentário

AC: informações de início de período

Horários e salas

Turma C1 (única) terças, 14h às 15h40, sala 21

Cronogramas (incluindo datas das provas)

Turma C1 (única) analise2016.1

Bibliografia

Augusto Morgado, João de Carvalho, Paulo Carvalho, Pedro Fernandez, Análise Combinatória e Probabilidade, Sociedade Brasileira de Matemática

Provas de períodos anteriores:

Arquivo .zip, 2.5MB.

Atendimento:

Terças-feiras, das 11h às 12h, em local a anunciar.

Publicado em ac | Marcado com | Deixe um comentário

Provas de AC de períodos anteriores

Em http://www.professores.uff.br/fnaufel/teaching/ac/Provas-Comb-2014-a-2015.zip.

Publicado em ac | Marcado com | Deixe um comentário

Lagoa de Iriri em 10/12/2015

Todas as imagens abaixo disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Caso compartilhe, cite https://viriditas50.wordpress.com como fonte.

Continuar lendo

Publicado em misc | Marcado com , | Deixe um comentário

AC: informações 2015.2

Horários e salas

Turma C1 (única) terças, 14h às 15h40, sala 11

Cronogramas (incluindo datas das provas)

Turma C1 (única) analise2015.2

Bibliografia

Augusto Morgado, João de Carvalho, Paulo Carvalho, Pedro Fernandez, Análise Combinatória e Probabilidade, Sociedade Brasileira de Matemática

Publicado em ac | Marcado com | Deixe um comentário

MD 2015.2: informações de início de período

Horários e salas

Turma C1 (manhã) quartas e sextas, 9h20 às 11h, sala 6A
Turma V1 (tarde) quartas e sextas, 14h às 15h40, sala 11

Cronogramas (incluindo datas das provas)

Turma C1 (manhã) md2015.2-manha (pdf)
Turma V1 (tarde) md2015.2-tarde (pdf)

Bibliografia

Judith Gersting, Fundamentos Matemáticos para a Ciência da Computação, qualquer edição a partir da 3a., LTC Editora

Monitoria:

  • ??, ??h às ??h
  • ??, ??h às ??h
  • ??, ??h às ??h
Publicado em md | Marcado com | Deixe um comentário

Gabaritos da P1 de MD (manhã e tarde)

Fotos dos quadros das aulas de 09/10/15, com a correção das provas.

Continuar lendo

Publicado em misc | Marcado com | Deixe um comentário

Fim da greve e calendários de reposição

A greve dos docentes da UFF acabou, por decisão da assembléia de 29/09.

As aulas se reiniciam na semana de 05/10.

As minhas aulas de Análise Combinatória recomeçam em 06/10 (terça).

As minhas aulas de Matemática Discreta recomeçam em 07/10 (quarta).

Os calendários de reposição (versão modificada em 12/10):

Publicado em misc | Marcado com , | Deixe um comentário

Fotos da Feijam (feijoada de ocupação + jam session + microfone aberto)

feijam

Todas as imagens disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Performance pelo grupo Teatro de Operações.

Clique nas imagens para aumentar.

Continuar lendo

Publicado em misc | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Professores federais decidem por greve nacional a partir do dia 28 de maio

Esta foi a decisão do sindicato nacional dos professores (ANDES).

Agora os sindicatos dos professores das diversas universidades vão realizar assembléias locais para referendar a decisão do ANDES.

A assembléia da UFF está marcada para quinta, 21/05, em Niterói.

Reivindicações

A partir dos cinco eixos aprovados no 34º Congresso do ANDES-SN:

  • defesa do caráter público da universidade;

  • condições de trabalho;

  • garantia da autonomia;

  • reestruturação da carreira e valorização salarial de ativos e aposentados, reivindicar que o processo negocial seja retomado a partir do acordo assinado com a Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC), em abril de 2014, sobre os pontos conceituais da carreira, estabelecendo relação com a pauta emergencial, que cobra a reversão dos cortes no orçamento e ampliação de investimento nas IFEs;

  • os docentes também lutam contra a contratação via Organizações Sociais e a terceirização no serviço público.

O que acontece agora?

A deliberação do Setor das Ifes será levada para as assembleias locais, que acontecem no período de 20 a 25 de maio, nas diversas seções sindicais do ANDES-SN das instituições federais de ensino, para confirmação da greve na base.

Uma vez referendada pelos professores de cada instituição, haverá notificação às reitorias e as atividades serão suspensas por tempo indeterminado. Deverão ser instaladas assembleias locais permanentes e constituídos os comandos locais de greve (CLG).

Leia a notícia completa no site do ANDES.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

(F|P)URO

Faz lembrar alguma coisa?

furo-puro

Estamos todos no mesmo barco — humanas, exatas, saúde, alunos, professores, funcionários.

Publicado em misc | Marcado com , , | Deixe um comentário

Decisões da assembléia do sindicato dos professores da UFF

Clique na imagem para ler a notícia completa.

Resumindo:

  • Continuar a mobilização;
  • Participar da paralisação de 24 horas convocada para o dia 14 de maio próximo, quinta-feira; os professores não darão aula, mas haverá atividades de debate no PURO;
  • Ratificar o indicativo de início da greve nacional do Setor das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes), para o período de 25 a 29 de maio.

A data e a confirmação do início da greve serão ainda submetidas à próxima assembléia geral, marcada para o dia 21 de maio.

Dúvidas sobre greves docentes em geral? Visite a página das FAQs construída pelo Comando Local de Greve do PURO em 2012.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Siesta com ciência: palestra sobre a ditadura militar e empresarial

Hoje, o Prof. Edinho (Serviço Social — PURO) fez a sua apresentação.

Um grupo de pessoas ficou próximo à porta do auditório, falando alto e atrapalhando um pouco (primeira foto abaixo).

Apesar disso, os alunos e professores presentes gostaram do evento, participando com perguntas e lamentando que a palestra tenha durado apenas uma hora.

A próxima apresentação será em 21 de maio (quinta).

Todas as imagens disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Continuar lendo

Publicado em palestras | Marcado com , | Deixe um comentário

Declaração de independência do cyberespaço


Escrita em 1996 por John Perry Barlow, fundador da Electronic Frontier Foundation.

Mais informações aqui.

O original em inglês está aqui. Esta é a minha tradução.

Outra tradução em português está aqui.

O que mudou em 10 anos? Leia um artigo aqui sobre a necessidade de decentralizar novamente a internet.

Uma Declaração de Independência do Cyberespaço

Governos do Mundo Industrial, aborrecidos gigantes de carne e de aço, eu venho do Cyberespaço, a nova morada da Mente. Em nome do futuro, peço que vocês, do passado, nos deixem em paz. Vocês não são bem-vindos entre nós. Vocês não têm soberania onde nós nos reunimos.

Não temos governo eleito, e tampouco é provável que venhamos a ter; então, dirijo-me a vocês com a mesma autoridade com que a própria liberdade sempre fala. Declaro que o espaço social global que estamos construindo é naturalmente independente das tiranias que vocês buscam nos impor. Vocês não têm o direito moral de nos governar; tampouco possuem qualquer método de aplicação de leis que nós tenhamos algum motivo real para temer.

Os governos derivam seus justos poderes a partir do consentimento dos governados. Vocês não solicitaram nem receberam o nosso. Nós não convidamos vocês. Vocês não nos conhecem, nem conhecem nosso mundo. O Cyberespaço não se situa dentro das suas fronteiras. Não pensem que vocês podem construí-lo, como se ele fosse um projeto público de construção civil. Vocês não podem. Ele é um ato da natureza, que se expande através das nossas ações coletivas.

Vocês não participaram das nossas grandes conversas socializadoras, nem criaram a riqueza dos nossos mercados. Vocês não conhecem nossa cultura, nossa ética, nem os códigos tácitos que já proporcionam à nossa sociedade mais ordem do que poderia ser obtida por qualquer uma das suas imposições.

Vocês alegam que há problemas, entre nós, que vocês precisam resolver. Usam esta alegação como desculpa para invadir nossos domínios. Muitos destes problemas não existem. Onde houver conflitos verdadeiros, onde houver erros, nós os identificaremos e os trataremos com os nossos meios. Estamos formando o nosso próprio Contrato Social. Esta gestão surgirá de acordo com as condições do nosso mundo, e não do seu. Nosso mundo é diferente.

O Cyberespaço consiste de transações, de relacionamentos, do próprio pensamento, posicionados como uma onda estacionária na teia das nossas comunicações. Nosso mundo é um mundo que está por toda parte e em nenhuma parte, mas não está onde vivem os corpos.

Estamos criando um mundo em que todos podem entrar, sem privilégios nem preconceitos advindos de raça, poder econômico, poderio militar ou posição social.

Estamos criando um mundo onde qualquer pessoa, em qualquer parte, pode expressar suas crenças, por mais singulares que sejam, sem medo de que lhe imponham o silêncio ou a conformidade.

Seus conceitos legais de propriedade, expressão, identidade, movimento e contexto não se aplicam a nós. Eles se baseiam na matéria, e não há matéria aqui.

Nossas identidades não têm corpo; então, ao contrário de vocês, não podemos obter ordem pela força física. Acreditamos que, a partir da ética, do interesse próprio esclarecido e da comunidade, nossa gestão emergirá. Nossas identidades podem estar distribuídas por muitas das suas jurisdições. A única lei que todas as nossas culturas constituintes reconheceriam, em geral, é a regra de ouro. Esperamos ser capazes de construir nossas soluções específicas com base nela. Mas não podemos aceitar as soluções que vocês tentam impor.

Nos Estados Unidos, vocês hoje criaram uma lei, o Telecommunications Reform Act, que repudia sua própria Constituição e que insulta os sonhos de Jefferson, Washington, Mill, Madison, DeToqueville, e Brandeis. Estes sonhos devem, agora, renascer em nós.

Vocês estão aterrorizados com seus próprios filhos, pois eles são nativos em um mundo no qual vocês sempre serão imigrantes. Porque vocês os temem, vocês confiam às suas burocracias as responsabilidades paternas que vocês são covardes demais para enfrentar sozinhos. No nosso mundo, todos os sentimentos e expressões de humanidade, do degradante ao angelical, fazem parte de um todo integrado, o diálogo global dos bits. Não podemos separar o ar que sufoca do ar que sustenta as asas que voam.

Na China, Alemanha, França, Rússia, Cingapura, Itália e nos Estados Unidos, vocês estão tentando rechaçar o vírus da liberdade através da construção de casamatas nas fronteiras do Cyberespaço. Isto pode deter o contágio por algum tempo, mas não funcionará em um mundo que logo estará coberto pela mídia eletrônica.

Suas indústrias da informação, cada vez mais obsoletas, pretendem perpetuar a si mesmas propondo leis, na América e em outros lugares, que alegam ser proprietárias do discurso pelo mundo afora. Estas leis pretendem declarar que as idéias são apenas mais um produto industrial, tão pouco nobre como, por exemplo, o ferro gusa. No nosso mundo, tudo que a mente humana é capaz de criar pode ser infinitamente reproduzido e distribuído sem custo. A transmissão global do pensamento não requer mais as suas fábricas para se concretizar.

Estas medidas, cada vez mais hostis e coloniais, nos colocam na mesma posição que os amantes da liberdade e da autodeterminação do passado, que precisaram rejeitar as autoridades de potências distantes e desinformadas. Precisamos declarar nossas identidades virtuais imunes à sua soberania, ainda que que continuemos a consentir seu mandato sobre nossos corpos. Vamos nos distribuir por todo o Planeta, para que ninguém possa dar voz de prisão aos nossos pensamentos.

Nós criaremos uma civilização da Mente no Cyberespaço. Que ela seja mais humana e justa do que o mundo que os seus governos fizeram.

Davos, Suíça, 8 de fevereiro de 1996

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

Chuvas em Rio das Ostras

O vídeo abaixo é de 2013. Produzido por aluno do PURO, acho.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Todo dia é dia de comemorar (Supercombo)

O que estão ouvindo as pessoas que têm filhos de 13 anos de idade?

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Marca d’água

urine: the original watermark

Clique na imagem para ver o original.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

MD: resumo da semana: indução (primeira parte)

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Fotos do ERESS (Encontro Regional de Estudantes de Serviço Social) no PURO

Está acontecendo, de 18 (sábado) a 21/04 (terça), no PURO, o XXXVII ERESS (Encontro Regional de Estudantes de Serviço Social) fluminense. Mais informações em http://eress2015regiao5.blogspot.com.br/.

A programação está em http://eress2015regiao5.blogspot.com.br/.

As fotos abaixo são de domingo, dia 19.

Todas as imagens disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

AC: resumo da semana: princípio da inclusão / exclusão

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

MD: resumo da semana: conjuntos (completo)

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Vídeos sobre cultura livre e computação

Assistam e discutam na seção de comentários, abaixo.

Lawrence Lessig

Visto em aula na sexta (17/04) pela manhã.

Ative as legendas em português.

Documentário sobre Aaron Swartz

Ative as legendas em português.

Lawrence Lessig também aparece neste documentário.

Discussão

(atualizado em 20/04)

  1. Quais os temas comuns aos dois vídeos?
  2. Explique as analogias usadas por Lessig:
    • John Souza e as “máquinas falantes” em analogia à cultura atual na internet.
    • Propriedade de imóveis e surgimento dos aviões em analogia à legislação atual de direitos de cópia e o surgimento da internet.
    • Concorrência entre a ASCAP e a BMI em analogia à concorrência entre provedores de material de acesso restrito e provedores de material de livre acesso.
  3. Qual a organização criada por Lessig, que ele não mencionou explicitamente no vídeo do TED porque ali é proibida a autopromoção? Como funciona?
  4. Por que Swartz foi julgado?
  5. Que tecnologias usadas por você na internet foram desenvolvidas com a ajuda de Swartz?
  6. Quem é Cory Doctorow? O que ele defende?
Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Informações da assembléia de 16/04 da ADUFF

Clique na imagem para mais informações.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

FISL 16: Fórum Internacional de Software Livre: julho de 2015, Porto Alegre


8 a 11 de julho de 2015, Porto Alegre, RS.

Alunos da Computação do PURO:

Conversem com a coordenação do seu curso para conseguir transporte da UFF até o evento.

Informações importantes:

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Festival Latino-Americano de Instalação de Software Livre em Niterói, próximo sábado (25/04)

(Agradecimentos a Marcelinha Prado pela informação.)

Clique na imagem acima para ver mais informações e para se inscrever (gratuitamente).

Atenção, alunos da Computação do PURO:

Os interessados em ir na Feira Latino-Americana de Software Livre, que acontecerá no dia 25/04, em Niterói, favor fazer o cadastro aqui e me avisar, pois é provável que consigamos transporte.

Lays Rodrigues

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Siesta com Ciência nesta quinta, no PURO: palestra sobre Cosmologia

siesta-saliby

Publicado em ac, ciência, md, palestras | Deixe um comentário

MD: provas de períodos anteriores

Em http://www.professores.uff.br/fnaufel/teaching/md/Provas-MD-2012-2014.zip.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

AC: provas de períodos anteriores

Em http://www.professores.uff.br/fnaufel/teaching/ac/Provas-Comb-2014.zip.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Fotos da paralisação de 8 de abril (quarta)

Todas as imagens disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Fotos da paralisação de 7 de abril (terça)

Todas as imagens disponibilizadas sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC-SA 3.0).

Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Quem não conhece a história…

Onde buscar informações sobre a greve?

A última greve dos professores das universidades federais foi em 2012, quando 44 universidades pararam.

Tudo indica que haverá nova greve este ano. A paralisação dos dias 7 e 8 (terça e quarta desta semana) é justamente para discutir esta possibilidade.

Por que houve greve em 2012? O que mudou de 2012 para cá? Mudou alguma coisa? Por que deve haver greve agora? O que acontece numa greve? Como os alunos podem participar? Como isso funciona?

Em 2012, o Comando de Greve dos Docentes do PURO criou um blog para discutir estas questões. Visite-o e informe-se.

Alguns posts interessantes:

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Atividades programadas para a paralisação de terça e quarta

Nada mudou

Nesta semana, na terça (dia 7) e na quarta (dia 8), professores, servidores e alunos da UFF vão paralisar suas atividades.

Participe.

O PURO existe há mais de 10 anos e continua precário. Se você ficar mudo, nada vai mudar.

Veja abaixo algumas atividades programadas. Você pode propor outras.

TERÇA

  • Panfletagem
  • 9h, no hall do PURO: Roda de conversa sobre precarização
  • 18h: Mesa redonda sobre o PNE (Plano Nacional de Educação)

QUARTA

  • 9h: Roda de conversa: A ditadura empresarial militar e suas implicações na atualidade
  • 15h: Oficina de indexação e transcrição de áudios (link: http://angg.twu.net/ferramentas-para-ativistas.html#audios)
  • 16h: Abraço ao prédio multiuso/sem uso
  • 18h: Roda de conversa: A redução da maioridade penal
Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

MD: resumo da semana: conjuntos

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

AC: resumo da semana

Problemas típicos (cap. 2 do livro, completo): pdf.

Agora vcs podem fazer todos os exercícios do cap. 2 do livro.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Paralisação de docentes em 7 e 8 de abril de 2015

Clique na imagem para mais detalhes.

Não haverá aulas nestes dois dias, mas haverá atividades no PURO. Compareça para se informar e fazer a sua parte.

Acompanhe a mobilização dos professores nos seguintes sites (em vez de ficar perguntando a pessoas que não têm informações):

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

MD: resumo da semana: conjuntos

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

MD: resumo da semana (completo): demonstrações

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

MD: resumo da semana (parcial): demonstrações

Em pdf.

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Linguagem de Fogo

Um poema de Ann K. Schwader.

Original em http://www.thepedestalmagazine.com/gallery.php?item=23416.

Tradução minha.

FIRE LANGUAGE LINGUAGEM DE FOGO
What kindled in that cave O que se acendeu naquela caverna
were names of things foram os nomes das coisas
like sparks from stars. como faíscas vindas das estrelas.
Tongues struck against a thought As línguas bateram em um pensamento
again, & then again, uma vez, & outra vez,
as foxfire quickened enquanto queimava o fogo dos fungos,
in mute amino acids em mudos amino-ácidos
where mutation sang out onde as mutações cantavam
as hands had not. como as mãos não cantaram.
No innovation Nada de inovação
of stick or stone or bone, de pau, nem pedra, nem osso,
but flame incarnate mas a chama encarnada
from brains no longer solitary, de cérebros não mais solitários,
silent in their pale chambers. silenciosos em suas pálidas câmaras.
Spiraling those walls Escalando em espiral aquelas paredes
with verbs & nouns, com verbos & substantivos,
identity & action identidade & ação
united by synaptic galaxies, unidos por galáxias sinápticas,
we wrote our labyrinth. nós escrevemos nosso labirinto.
Defined our pattern Definimos nosso padrão
as ever outward, como sempre para fora,
going forth on fire. emanando com o fogo.

—Inspirado na vídeo-instalação “Chamber”, de Charles Sandison

Sobre o que exatamente fala o poema? Dê sua opinião nos comentários.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário